Entenda o que é cerveja puro malte | Bar Zero Grau
Bar Zero Grau

Bar Zero Grau

Entenda o que é cerveja puro malte

Podemos dizer que atualmente as cervejas puro malte vem ganhando uma certa popularização e nova legião de adeptos ao sabor mais peculiar e ressaltado da bebida. Até mesmo marcas populares como a Skol, por exemplo, tratou de lançar a sua própria versão da bebida.

Mas, além de saber que cervejas que levam essas denominações são mais amargas e escuras que as convencionais, você sabe o que significa o termo puro malte?

Muitas pessoas o consideram como um indicativo de qualidade para a cerveja, mas, o real significado vai muito além disso.

Para entender o uso deste termo, precisamos voltar à Alemanha de 1516, onde foi criada a Lei de Pureza, que até hoje é seguida na fabricação de cerveja do país e do mundo.

De acordo com essa lei, a cerveja deve ser feita a partir de apenas quatro ingredientes, que seriam a água, malte de cevada, lúpulo e o fermento.

Na época, isso era apenas um regulador para que o uso do trigo fosse controlado e restrito na produção de pão, já que era um item escasso, e não “desperdiçado” na cerveja. Porém, hoje, o malte de trigo é um dos principais ingredientes que fazem da Lei de Pureza Alemã.

O que é malte?

Até mesmo os mais devotos da cerveja puro malte podem não entender ao certo do que se trata o “malte”.

E, para a sua surpresa, não estamos falando de um cereal em si, mas sim de um produto obtido através de uma germinação artificial.

Isso significa que cereais como trigo, milho, cevada e o arroz passam por um processo de malteação. Uma técnica simples que consiste em umedecê-los, geralmente em água gelada, e depois, secá-los, torrá-los ou até mesmo defumá-los.

Quando falamos de malte, vale ressaltar que dependendo do grau da torrefação ou do tipo de cereal que foi utilizado, a cerveja pode apresentar variações na cor, sabor, aroma e até mesmo textura quando ingerida.

Um exemplo claro que você pode usar para identificar as cervejas puro malte que você toma é que, as bebidas mais claras, são feitas a partir de um malte menos torrado. Já as mais escuras, são produzidas com malte mais torrado.

Ainda, para quem se preocupa com a saúde e ama uma gelada, o malte ainda ajuda a controlar a pressão arterial, e possui poucas calorias. Ótima notícia, né?!

O que seria então uma cerveja puro malte?

Agora que você entendeu do que se trata o malte, partimos então para o processo de fabricação da cerveja.

Para ser classificada como cerveja puro malte, é preciso que a bebida seja produzida somente com malte de trigo e de cevada.

No Brasil, há uma lei na qual permite que até 45% da cerveja seja feita com cereais não maltados.

Para entender, precisamos voltar novamente no tempo e analisar o processo de fabricação original da cerveja, que era de água, fermento, lúpulo e malte. Esses são os ingredientes básicos para a produção de uma cerveja puro malte.

Ou seja, nada mais é que qualquer cereal que passa por um processo de resfriamento e depois de ressecamento, que pode ser trigo, centeio ou cevado.

Mas, nem todas as cervejas que se intitulam “puro malte”, de fato são o que dizem ser, viu?

Isso acontece, pois, o malte da cevada é considerado o ingrediente mais importante no processo de produção da cerveja, mas, em muitos casos, há o uso de alguns adjuntos.

Esses adjuntos, ingredientes alternativos ao malte, são utilizados com diversos objetivos, dependendo da cervejaria em questão. No Brasil, a maioria das cervejas populares contém apenas cereais não maltados, como o arroz e o milho. Isso, além de baratear o custo de produção da cerveja, torna ela mais “agradável” ao paladar dos consumidores de forma geral.

Mas, há sim marcas de cerveja consideradas populares que produzem bebidas classificadas como puro malte, como é o caso da Heineken e da Bavária Premium, por exemplo, que não utilizam nenhum adjunto em sua linha de produção.

A cerveja puro malte é a melhor?

Bom, isso já é totalmente uma questão de opinião e gosto, já quem nem sempre o sabor mais amargo do deste tipo de cerveja agrada a maioria das pessoas.

Mas, para os amantes do puro malte, é preciso entender que o milho e o arroz utilizados como aditivos na maioria das cervejas populares, são usados com a finalidade de baratear a produção em larga escala, mas isso acaba afetando o sabor e a qualidade.

Para quem tem curiosidade, ao procurar por cervejas puro malte pode ter certeza de que você está consumindo uma bebida de qualidade.

Você é amante de uma boa cerveja puro malte? Então venha conhecer o bar Zero Grau para degustar e se deliciar com as nossas opções de cervejas artesanais e puro malte.

compartilhe esse post